Pesquisar este blog

Seguidores

terça-feira, 10 de abril de 2012

Aplicando CUEE na Pratica.





Muito tem se debatido sobre a validade e sobre a eficácia do O Controle Universal do Ensino dos Espíritos que esta, na introdução do Evangelho Segundo o Espiritismo no item II, e na Revista Espírita, abril de 1864.

A análise será feita pelo Jorge Murta editor do site espiritismo com profundidade e pelo Francisco de Assis editor do site República dos Espíritos.

Francisco de Assis – Bem gostaria de iniciar a minha participação, afirmando que aquele que realmente respeita a memoria do médium Chico Xavier e sua história não deveria fazer outra coisa do que jogar no lixo este relato que querem atribuir a Chico Xavier.
Chico jamais escreveu algum livro sobre esta questão, porem agora depois de desencarnado todo o tipo de história estapafúrdia e sem pé e sem cabeça brotam como ervas daninha em cada esquina, e os seus admiradores que deveriam repudiar tais relatos aplaudem jogando lixo na memoria de Chico Xavier.

Jorge Murta – Sabemos, para iniciar, que Kardec classificou os espíritas em alguns tipos: imperfeitos; experimentadores; verdadeiros e exaltados, além de um quinto tipo, os espíritas sem o saber. E parece que Geraldinho, que se diz tão amigo que foi de Chico, quer aumentar o numero dos que consideram o médium mineiro um espírita exaltado, ou seja, que diz as coisas mais estapafúrdias em nome da doutrina, submetendo-a ao escárnio e junto com ela, também os espiritas sérios.

Vamos a analise a minha ficara em verde a do Jorge em laranja.

Por Geraldo Lemos Neto, 31 de Março de 2012 Há muito que tencionava relatar este caso de nossas conversas com o Chico, e que não vi ninguém mais registrar até agora.
(...) Chico Xavier inclusive nos contou que já havia estado com visitantes de outros orbes, e ao expressar a ele a minha vontade de também um dia vir a conhecê-los ele foi enfático: "Você deve ter muito cuidado Geraldinho, porque embora a maioria das civilizações que já desvendaram os segredos das viagens interplanetárias serem de grande evolução espiritual e votadas ao Bem e à Fraternidade Geral, há também aqueles outros que somente se desenvolveram no campo da técnica, enregelando sentimentos mais nobres no coração. Representantes dessa outra turma também têm nos visitado, mas com objetivos escusos..." "Para eles nós somos tão atrasados que eles não prestam nenhuma atenção às nossas necessidades e sentimentos. São eles que raptam pessoas e animais para experiências horrorosas em suas naves. Quanto a esta turma nós devemos ter muito cuidado.”.

Francisco de Assis – Bem qual orientação que ESSE oferece a este respeito quando defrontado com uma mensagem?
“O primeiro exame comprovativo é, pois, sem contradita, o da RAZÃO, ao qual cumpre se submeta, se exceção, tudo que venha dos espíritos”.
E o que diz o Livro dos Médiuns?
“Porém, nunca”. o repetirei demasiado, não aceiteis coisa alguma às cegas. Seja cada fato submetido a um exame minucioso, aprofundado e severo (Cap. v item 98).
Bem dito isso é bom lembrar que a doutrina espirita ensina que estamos aqui para evoluir segundo as leis da reencarnação, portanto não é racional imaginar que espíritos que sejam mais atrasados tenham veículos que consigam chegar ao nosso planeta se nós não temos estes veículos. Também seria prudente analisar outra questão que é, tudo que esta no universo é criação de Deus, portanto os ditos ETs nada mais são do que nossos irmãos porque não saberiam qual nossa condição?
Jorge Murta – Este relato, seja atribuído a Chico, ou seja, atribuído a Geraldinho, fere o principio da “única garantia séria”, a do Controle Universal dos Ensinos dos Espíritos, ou seja, “Uma só garantia séria existe para o ensino dos Espíritos: a concordância que haja entre as revelações que eles façam espontaneamente, servindo-se de grande número de médiuns estranhos uns aos outros.”.
Ora, a definição contida no ESSE não fala que o controle universal seria garantido pela “revelação” dada por um ÚNICO MEDIUM e ENCARNADO de boca a ouvido, ou seja, onde estão os vários espíritos, os diversos médiuns que não se conhecem de diversos pontos do planeta com as mesmas informações concordantes?


“Uma vez eu estava indo de Uberaba a Franca e Ribeirão Preto para visitar a irmã de Vivaldo, Eliana, que havia passado por uma cirurgia no coração nesta última cidade”. Dr. Elias Barbosa foi dirigindo o automóvel na companhia de Vivaldo e eu, que fiquei no banco de trás. Pois bem, íamos lá pelas 3 horas da manhã, na madrugada, para evitar o trânsito, e a meio caminho uma luz meio baça, na cor alaranjada envolveu o automóvel e passou a segui-lo. Dr. Elias achou por bem encostar o carro e esperamos os três para ver o que ia acontecer. Intuitivamente comecei a orar, pedindo aos amigos que me acompanhassem na prece.
O espírito de Emmanuel se fez presente e nos solicitou redobrada vigilância. A nave apareceu (...). Depois o veículo interplanetário elevou-se do solo e eu vi perfeitamente uma vaca sendo levada até o seu interior como se levitasse até lá. Em seguida a nave desapareceu de nossas vistas com velocidade espantosa. “O espírito de Emmanuel me revelou então que estes irmãos infelizmente não eram vinculados ao Bem e ao Amor, eram sociedades que pilhavam planetas em busca de experiências genéticas estranhas”.

Francisco de Assis – Bem segundo este relato, podemos chegar a seguinte conclusão que a terra esta sujeita a piratas espaciais, que pululam entre os planetas saqueando e fazendo bandalheiras o que é totalmente incompatível com as Leis da Natureza. Tudo tem regras e lei, mas segundo Emmanuel isto não ocorre por aqui, hora como afirmei no inicio aquelas pessoas que cultuam Chico Xavier fazem um desserviço a sua memória dando credito a uma bandalheira deste naipe.
Jorge Murta – Seres alienígenas voltados pro mal. Não que não possam existir, mas como o Francisco já disse, é irracional imaginar que espíritos que sejam mais atrasados tenham veículos que consigam chegar ao nosso planeta para fazer esta ou aquela pilhagem. Isso me lembra do filme “V-A Batalha Final” com alienígenas com cara de reptilianos infiltrados entre nós ou então o filme “Independence Day” em que a Terra é invadida por aliens. Mas, uma coisa é ficção cientifica em Hollywood, lazer, diversão, nascida da mente de roteiristas; outra coisa é ficção chiquistica, nascida da mente, ou mentes, de pessoas... – ah! A caridade me impede de ser mais claro... – digamos inventivas demais.

Não contive a pergunta: Mas eles são minoria não é Chico? E como serão os alienígenas bonzinhos? Ao que ele me respondeu: “Ah”! São magníficos! (...) São de uma bondade extraordinária e protegem a civilização terrena assumindo um compromisso com Jesus de nos guiar para o Bem. Um dia, Geraldinho, que não vai longe, eles terão permissão do Cristo para se apresentarem a nós à luz do dia, trazendo-nos avanços tecnológicos, médicos e científicos nunca dantes imaginados.
Francisco de Assis – Agora veja que aqui já temos a primeira contradição, pois primeiro estamos à mercê da pirataria alienígena e em outra temos os alienígenas que protegem a terra, basta ver que é a mesma visão tosca que os filmes apresentam do alienígena bom e ruim, O que como foi dito não fecha com as leis da evolução e da natureza.
Zé Preguiça foi visto na calçada de casa, procurando algo no chão:
O que tanto faz aí, Zé Preguiça?
Perguntou o vizinho.
Procuro uma chave, respondeu.
O vizinho começou a ajudar.
Depois de um tempo, ele perguntou:
Zé Preguiça, você tem certeza que perdeu a chave aqui?
Não. Perdi dentro de casa.
Então, por que estamos procurando aqui?
“Porque aqui tem mais luz.”
Muita gente tem medo de "iluminar" o interior da própria casa...
Isto requer revolução interior.

Ou seja, este é o problema da grande maioria, que tem preguiça de analisar, ele olha o nome do médium, ata foi o fulano que disse, então deve ser verdade, pois fulano é da mais alta moral, como se moral fosse sinônimo de conhecimento e lógica. Mas, não são fora os aproveitadores que sabendo disso colocam palavras na boca daqueles que já não podem dizer se defender.
Jorge Murta – E Chico cita de novo Jesus. Jesus virou sindico até de relações exteriores interplanetárias, pois é ele, diz Chico, que irá permitir que os aliens bonzinhos interagissem conosco dando-nos avanços tecnológicos, médicos e científicos nunca dantes imaginados, ou seja, a lei do progresso agora será terceirizada, ou seja, somos incapazes de por nossa própria evolução galgar os degraus do progresso e passamos a depender da caridade (Chico adora isso) alienígena.


Onde estaria o espírito de Hitler? Chico então me contou uma história muito interessante. Segundo ele, imediatamente após a sua desencarnação, o espírito de Hitler recebeu das Altas Esferas uma sentença de ficarem 1.000 anos terrestres em regime de solitária numa prisão espiritual situada no planeta Plutão. Durante este período de 10 séculos terrestres em absoluta solidão ele seria chamado a meditar mais profundamente sobre os enganos cometidos e então teria nova chance de recomeçar na estrada evolutiva. "Quando o espírito de Gandhi desencarnou, prosseguiu o Chico, e ascendeu aos Planos Mais Altos da Terra pela iluminação natural de sua bondade característica, ao saber do triste destino do algoz da humanidade na II Grande Guerra Mundial, solicitou uma audiência com Jesus Cristo, o Governador Espiritual da Terra, e pediu ao Cristo a possibilidade de guiar o espírito de Hitler para o Bem, o Amor e a Verdade. Sensibilizado pelo sacrifício de Gandhi, Nosso Senhor autorizou-o na difícil tarefa e desde então temos Gandhi como dos poucos que se aproximam do espírito de Hitler com compaixão e amor”.
Francisco de Assis – Os princípios fundamentais do espiritismo são:
Existência de Deus e da alma (imortalidade); lei da reencarnação, espírito assume sucessivas formas materiais para aperfeiçoar-se; e lei de causa e efeito, lei do progresso, o destino de cada espírito é traçado pelos atos praticados em suas sucessivas vidas terrenos.

Memória dos registros das vidas passadas

Vemos então que Hitler segundo esta informação vai perder 10 séculos, sem evoluir, isto é justiça? Como avaliar se a maioria dos que morreram sobre sua ira não escolheram esta morte para efeito de prova? Esta visão não é de que conhece a doutrina e sim de quem faz elucubrações particulares, pois ninguém tem a capacidade de avaliar o que Hitler vez.

Che Guevara junto aos seus ídolos Lênin, Stalin, Mao e companhia, Che contribuiu para a construção do regime que mais matou pessoas em toda a história, o chamado "socialismo real", responsável por mais de 100 milhões de mortos.

Perto deste numero Hitler foi uma moça, pois matou seis milhões.

Onde estaria então os outros e porque não se fala neles, se estamos falando de informações privilegiadas do plano espiritual a verdade deveria vir à tona.

Jorge Murta – Embora Hitler esteja longe de ser um santo, 10 séculos é uma pena antecipada grande demais, o que me faz perguntar: Hitler abriu os “Exilados da Terra?” E em Plutão que nem mais planeta é? E sim planeta-anão. Essa pena, eu dirá bem olimpiana, pois o Jesus chíquico mais parece um Zeus no Monte Olimpo, pois decide tudo sobre o destino de todo mundo, até dos aliens, já teria batido o martelo e decidido que antes de 10 séculos, Hitler não progrediria. Alias. Chico pensou que Jesus é personagem meramente terrena, da historia da Terra e que em outros orbes ele, Jesus, pode nem ser conhecido? Que em outros planetas nunca existiu um Cristo ou crucifixo ou Evangelho?

Então Chico, o Planeta Plutão é um planeta penitenciário? E ele me respondeu: “É sim, Geraldinho”. Em nosso Sistema Solar, temos penitenciárias espirituais em Plutão, em Mercúrio e na nossa Lua terrena. Eu soube, por exemplo, que o espírito de Lampião está preso na Lua.

É por isso que alguns astronautas que lá pisaram, sentindo talvez um frio na alma, voltaram à Terra meio desorientados e tristes. Soube de um até que se tornou religioso depois de estar por lá!

Francisco de Assis – No mundo espiritual, nem tudo que reluz é ouro. As percepções constituem muitas vezes, a materialização do lixo atômico individual de cada essência e ou do conjunto delas.

Os espíritos superiores não nos passaram meias verdades!

Ainda não apareceu um autor, uma obra que completasse a Doutrina espírita, temos sim obras bem intencionadas que no máximo servem como estudo de casos para ilustras pontos fundamentais da Doutrina, agora debater que tal obra completa, isso esta longe de ocorrer.

No máximo as obras atuais podem levar a uma reflexão nada mais do que isso.
Pois é preciso dentre o destas historia existir logica e coerência para se considera com racionais, ou para passar pelo crivo da razão.

A estrutura lógica não é um fato diretamente observável.

Pode-se concebê-la como um conjunto de operações possíveis ou virtuais que o individuo é suscetível de manipular na presença de uma situação dada.

Vamos imaginar que para que se possa erguer o edifício da lógica, precisamos de tijolos estes tijolos são nossas argumentações que tem que ter certa coerência lógica.

Cada tijolo ou argumentação forma uma posterior que tem um valor informativo para o individuo. A partir da sequência, o individuo tira uma conclusão provisória coloca uma hipótese e escolhe a sequência seguinte que deve encadear-se logicamente.

Se retirarmos um destes tijolos ou se um deles não for coerente todo o edifício acaba por cair por cima de nossas cabeças.

Conclusão os relatos apresentados, não apresentam esta coerência é assim que se aplica o CUEE, não é preciso 100 espíritos repetir esta mesma bandalheira para se souber que isto não tem lógica. Os defensores do tal sincretismo religioso deveria responder o seguinte.

Alguém já viu sincretismo no meio evangélico?
Evangélico acendendo vela, por exemplo?
Alguém já viu sincretismo no meio católico?
Católico que não acredita em santo?
Alguém já viu sincretismo na umbanda?
Umbandista que não faz oferenda?

Jorge Murta – Chico só existiu porque teve quem cresse nele e crer nele não é nenhuma garantia de que os que creram eram racionais, lógicos e de bom senso. Alguns eram ilógicos e outros eram mal intencionados mesmo. Alguns creram por que Chico falou e isso para eles basta, erradamente basta e já merece a um bom tempo um BASTA. Vejo espiritas defenderem o chiquismo, o armondismo, o ramatisismo, o andreluizismo, o divinismo, o emmanuelismo, o joannismo, o divaldismo, etc. sobre o argumento de que é tudo espiritismo. Não, não é.

Espiritismo é a doutrina codificada por Kardec e com já dito pelo próprio apenas uma garantia séria ele tem: o CUEE e não a opinião pessoal de um só médium ou de alguns poucos espíritas que se deixam mistificar mistificando. Mas não basta só haver, hoje em dia, o CUEE, é preciso que se analise filosófica, lógica e racionalmente e por que não, cientificamente, os dados obtidos.

Reações:

0 comentários:

O LADO OBSCURO DO ESPIRITISMO # SEGUIDORES DE CHICO XAVIER