Pesquisar este blog

Seguidores

sábado, 3 de dezembro de 2011

Deus ama os espíritas, mas, odeia o espiritismo





Deus ama os espíritas, mas, odeia o espiritismo
Este título é de um artigo que encontrei na web nas minhas pesquisas e que busca demonstrar que a bíblia nega a doutrina espírita.
Bom o espiritismo não se baseia na bíblia, seu alicerce é a razão e não livros escritos por homens e que foi copiado e re-copiado diversas vezes e que além de tudo com vários evangelhos que foram subtraídos.
Mas veja a idéia que o sujeito tem de Deus.
Quando ele diz que Deus ama, Deus odeia, ele esta rebaixando Deus a ter as mesmas paixões humanas, um Deus sentimental, e o que é pior um Deus que odeia, a pergunta é a seguinte.
Você acredita em um Deus que alimenta sentimentos de Ódio?


Bem dado as explicações iniciais vamos estudar a Bíblia juntos.
Os que vivem gritando, de Bíblia em punho, que o Espiritismo é condenado pela Bíblia, não conhecem uma coisa nem outra. Ignoram o que seja a Bíblia e não têm a mais leve noção de Espiritismo.
A problemática surge, pois, os que defendem tal tese são leitores de um livro só e não se arriscam a consultar outras fontes por isso vamos nos deter na própria Bíblia, para que você consulte na sua casa os itens relacionados neste texto, e tire suas conclusões.

A verdade é que a Bíblia é um dos maiores repositórios de fatos espíritas de toda bibliografia religiosa.
Vamos consultar a Bíblia e ver com os próprios olhos que ela desmente os pastores, os presbíteros e bispos que querem dar a sua interpretação errônea, mas que ao final se contradiz.

Vamos por partes dizem que os ensinos da doutrina espírita são uma heresia, pois ensina que existe reencarnação e isto é uma mentira e que a Bíblia fala totalmente ao contrario com, por exemplo, em;


(Hebreus 9:27)
E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo

E ainda cita também outra passagem
(Jó 7:9)
Assim como a nuvem se desfaz e passa, assim aquele que desce à sepultura nunca tornará a subir

Bem aqui nesta passagem de Jó não contradiz a doutrina, pois quando uma pessoa desencarna aquela pessoa não volta o que volta é o espírito e este vai reencarnar em um novo corpo, com novo nome e tudo mais.
Mas a mesma bíblia diz que a reencarnação existe.

No I livro de Samuel cap. 2,6, encontra-se o cântico de Ana onde está escrito: ‘O Senhor dá a morte e a vida, faz descer ao Sheol e de lá voltar. David cita em vários dos seus Salmos este conceito.

Mas tem outro que é bem mais claro. Como por exemplo.
(Mateus 18: 8.9)
Portanto, se a tua mão ou o teu pé te escandalizar, corta-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida coxo, ou aleijado, do que, tendo duas mãos ou dois pés, seres lançado no fogo eterno.
E, se o teu olho te escandalizar, arranca-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida com um só olho, do que, tendo dois olhos, seres lançado no fogo do inferno.


Aqui ele esta falando do que? Reencarnação, pois se é melhor entrar na vida aleijado porque ele usou a mão de forma escandalosa, ou seja, roubou , cobiçou etc. isto tem que ter sido feito em uma existência anterior e na próxima é melhor retornar cego ou manco para resgatar a falta anterior.

A verdade é a seguinte você tem que colocar as coisas sob o crivo da razão e ver o seguinte, é mais coerente com a justiça de Deus viver uma só vez ou ter mais uma oportunidade de resgatar as faltas.

Vamos supor que seu filho cometa um erro grave, você o atiraria no fogo do inferno no sofrimento pela eternidade, por causa de alguns minutos de erro ou daria ao seu filho ou filha uma segunda oportunidade de reparar seu erro? Pense nisso.

Mas o que dizer então desta recomendação?

Isaías 8: 19
Quando, pois, vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os adivinhos, que chilreiam e murmuram: Porventura não consultará o povo a seu Deus? A favor dos vivos consultar-se-á aos mortos?

Ora se o espírito não tem ciência de nada depois de morto, porque esta advertência?

Lucas 16: 22.31
E aconteceu que o mendigo morreu, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu também o rico, e foi sepultado.
E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão, e Lázaro no seu seio.
E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e manda a Lázaro, que molhe na água a ponta do seu dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama.
Disse, porém, Abraão: Filho lembra-te de que receberam os teus bens em tua vida, e Lázaro somente males; e agora este é consolado e tu atormentado.
E, além disso, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que quisessem passar daqui para vós não poderiam, nem tampouco os de lá passar para cá.
E disse ele: Rogo-te, pois, ó pai, que o mandes à casa de meu pai
Pois tenho cinco irmãos; para que lhes dê testemunho, a fim de que não venham também para este lugar de tormento.
Disse-lhe Abraão: Têm Moisés e os profetas; ouçam-nos.
E disse ele: Não, pai Abraão; mas, se algum dentre os mortos fosse ter com eles, arrepender-se-iam.
Porém, Abraão lhe disse: Se não ouvem a Moisés e aos profetas, tampouco acreditarão, ainda que algum dos mortos ressuscite.


Como assim? Mas isto não contradiz o que disse Hebreus 9:27 e Jó 7:9 se os mortos não têm ciência do que se passa e blá, blá, blá como que Abraão diz isto e como eles sabem disso tudo, eles não deveriam estar inconscientes?

Mas seguindo adiante outra passagem que os bispos e Cia adoram repetir e que a Bíblia proíbe a consulta com os mortos, o que definitivamente a doutrina espírita também repudia.

DA PROIBIÇÃO DE EVOCAR OS MORTOS

(Deuteronômio cap18. V10a11)
Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro;
Nem encantador, nem quem consultem a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos;

Esta proibição por si já é a prova que os espíritos poderiam se comunicar, pois como proibir algo que não existe?
E esta é também o mesmo rigor e respeito apresentado por Alan Kardec no Livro dos Médiuns, (questões 273, 274 e 275).
273. Os médiuns são geralmente muito mais procurados para as evocações de interesse privado do que para as evocações de interesse geral. Isso se explica pelo desejo muito natural de se conversar com os entes queridos.(...)
Primeiro o de não acederem a esse desejo senão com reserva, no tocante a pessoas de cuja sinceridade não esteja suficientemente seguros, e de se manterem vigilantes contra as armadilhas que pessoas malfazejas lhes podem preparar.
Segundo, de não se prestarem, sob nenhum pretexto, a essas evocações, se perceberem de curiosidade e de interesse e não uma intenção séria de parte do evocador, de se recusarem a servir para qualquer questão ociosa ou que não esteja no âmbito das que racionalmente se podem propor aos Espíritos.
“Portanto, qualquer coisa fora disto é desconhecimento ou má fé de quem assim se pronuncia”.

E os textos bíblicos estão repletos de fenômenos mediúnicos, como veremos.

Mas os espíritos se comunicavam (Números cap11v23-25) nesta passagem o espírito se materializa reúne os setentas anciãos, descendo de uma nuvem.
A nuvem é a formação do ectoplasma na qual o espírito se corporifica. Dois médiuns ficando no campo davam comunicações de espíritos, um jovem correu e denuncio o fato a Josué. Este pediu a Moises que proibisse as comunicações veja a resposta em (Números cap11 v29-30)
(Ezequiel cap2 v9-10 ) - Materialização
(Ezequiel cap3v14-15) -LEVITAÇÃO
13_E ouvi o ruído das asas dos seres viventes, que tocavam umas nas outras, e o ruído das rodas defronte deles, e o sonido de um grande estrondo.
14_Então o espírito me levantou, e me levou; e eu me fui amargurado, na indignação do meu Espírito; porém a mão do SENHOR era forte sobre mim.
15_E fui a Tel-Abibe, aos do cativeiro, que moravam junto ao rio Quebar, e eu morava onde eles moravam; e fiquei ali sete dias, pasmado no meio deles.



Vamos indo mais adiante, se existia a proibição de evocar os mortos que são espíritos como encarar na 1 epistola de João cap4 v1 esta recomendação; Amados não deis credito a qualquer espírito: antes, provai os espíritos se procedem de Deus.
Porque esta recomendação se existia uma proibição de consultar os mortos????

Seguindo adiante veja as orientações para os trabalhos práticos de espiritismo, no cap. 12 e 14 da l Epistola aos Coríntios.
A busca por um médium em l Samuel cap. 28 v 7 a 18 veja que nesta passagem eles dizem “Vejo um deus que sobe da terra” Hora naquela época qualquer espírito era tomado como deus. A prova está nesta passagem em que Miriam e Arão falavam mal de Moises.
Então o Senhor desceu na coluna de nuvem, e se pôs à porta e chamou a atenção dos dois.

Imagine você que tem um pingo de bom senso o Senhor do Universo, fazendo esse papel de alcoviteiro! Seria absurdo tomarmos esse espírito, sempre imiscuído nos assuntos domésticos, pelo próprio Deus!
Algumas questões para exercitar a massa cinzenta: Com quem casou Caim, ao retirar-se para a terra de Node? Se Adão e Eva eram as primeiras criaturas humanas, Caim era a terceira.
A própria Bíblia esclarece que Adão não era o primeiro homem e nem Eva a primeira mulher. Mas vou deixar para você encontra este texto na Gênesis, “Ora, naquele tempo havia gigantes na terra: e também depois, quando os filhos de Deus possuíram as filhas dos homens, as quais lhes deram filhos; estes foram valentes varões de renome na Antiguidade”.
Para finalizar esta primeira parte o que diz Kardec na A Gênese cap. 1item 20
-O simples fato de poder o homem comunicar-se com seres do mundo espiritual traz conseqüências incalculáveis da mais alta gravidade; é todo um mundo novo que se nos revela e que tanto mais importância, quanto a ele hão de voltar todos os homens, sem exceção.
-Mais adiante no item 41 – O Espiritismo, longe de negar ou destruir o Evangelho, vem, ao contrário, confirmar, explicar e desenvolver, pelas novas leis da Natureza, que revela tudo quanto o Cristo disse e fez; elucida os pontos obscuros do ensino cristão, de tal sorte que para quem eram ininteligíveis certas partes do Evangelho, ou pareciam inadmissíveis, as compreendem e admitem sem dificuldade e podem distinguir entre a realidade e a alegoria.
-O Espiritismo não encerra mistérios, nem teorias secretas; tudo nele tem que estar patente, a fim de que todos o possam julgar com conhecimento de causa.
Você quer tema para casa? Veja estas questões e como eu disse sempre coloque a seguinte questão “o que você faria se você fosse Deus”?

"Anjos são espíritos, afirma o Apóstolo. (Hebreus, 1:7)". E prossegue: "Moisés ouviu e viu o anjo ou espírito que lhe falava na sarça que ardia no Monte Sinai".
Lembra, depois, estes fatos bíblicos: o espírito da mãe de Samuel aparece ao filho e o orienta (Provérbios, 31: 1 a 9); um espírito aparece a Manué e sua mulher, falando-lhes (Juízes, 13);
(Mateus, 27:53) espíritos aparecem a diversas pessoas
E abriram-se os sepulcros, e muitos corpos de santos que dormiam foram ressuscitados;
E, saindo dos sepulcros, depois da ressurreição dele, entraram na cidade santa, e apareceram a muitos.

O espírito de um macedônio comunica-se com Paulo (Atos, 16:9); um espírito fala a Aarão e Maria, prometendo manifestar-se a um médium vidente ou profeta, ou por meio de sonhos (Números, 12:6).
Então o Senhor desceu numa coluna de nuvem e, pondo-se à entrada da Tenda, chamou Arão e Miriã. Os dois vieram à frente, e ele disse: "Ouçam as minhas palavras: Quando entre vocês há um profeta do Senhor, a ele me revelo em visões, em sonhos falo com ele.


Vemos, assim, que a Bíblia ao contrario do que afirma os conhecedores das escrituras não contradiz a doutrina espírita e sim confirma a sua origem mediúnica.
Os que pretendem, pois, atacar a mediunidade, os fatos mediúnicos e as práticas espíritas, em nome das religiões, nada mais faz do que minar o próprio alicerce de suas crenças e convicções.
A verdade é a seguinte meu caro eu não quero que você se torne espírita, por mim você pode ficar na sua religião e conseguir o maior numero de adeptos que quiser.
O que me incomoda é usar de inverdades para atacar uma doutrina que esta pouco se lixando para as religiões, e para saber que isso é uma verdade basta ver o numero de sites, de blogs de livros publicados que busca de todas as maneiras menosprezarem a doutrina espírita.
Doutrina esta que nem religião é.
O que defendo é o bom senso e acreditar que a bíblia é a palavra de Deus fere o bom senso.
EXEMPLO:

Josué 10:10-11

10 e o Senhor os pôs em desordem diante de Israel, que os desbaratou com grande matança em Gibeão, e os perseguiu pelo caminho que sobe a Bete-Horom, ferindo-os até Azeca e Maqueda.
11 Pois, quando eles iam fugindo de diante de Israel, à descida de Bete-Horom, o Senhor lançou sobre eles, do céu, grandes pedras até Azeca, e eles morreram; e foram mais os que morreram das pedras da saraiva do que os que os filhos de Israel mataram a espada.
13 E o sol se deteve, e a lua parou, até que o povo se vingou de seus inimigos. Não está isto escrito no livro de Jasar? O sol, pois, se deteve no meio do céu, e não se apressou a pôr-se, quase um dia inteiro.
I Samuel 5:6-12
Deus fere as pessoas de Asdode com hemorróidas "nas partes secretas". Porém a mão do SENHOR se agravou sobre os de Asdode, e os assolou; e os feriu com hemorróidas, em Asdode e nos seus termos.

Hora a doutrina espírita não é uma nova religião e não esta disputando lugar entre as igrejas e as seitas.
O Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, da origem e da destinação dos Espíritos, e as suas relações com o mundo corporal. - O que é o Espiritismo - Preâmbulo (1859)

Quer saber mais acesse

http://ensinoespirita.blogspot.com

TAGS:"keywords"content=" Deus ama os espíritas, mas, odeia o espiritismo, Deus ama os espíritas, mas, odeia o espiritismo, Deus ama os espíritas, mas, odeia o espiritismo, Deus ama os espíritas, mas, odeia o espiritismo, Deus ama os espíritas, mas, odeia o espiritismo, Deus ama os espíritas, mas, odeia o espiritismo, Deus ama os espíritas, mas, odeia o espiritismo, Deus ama os espíritas, mas, odeia o espiritismo, Deus ama os espíritas, mas, odeia o espiritismo, Deus ama os espíritas, mas, odeia o espiritismo, Deus ama os espíritas, mas, odeia o espiritismo, Deus ama os espíritas, mas, odeia o espiritismo

Reações:

5 comentários:

Concordo plenamente, com os versículos apresentados, onde a Bíblia refere a existência do espirito e suas comunicações.
E só pretendia dar uma ligeira achega. Se o espirito é imortal e o verdadeiro ser, não se pode utilizar o termo (falar com os mortos), uma vez que o espirito esta no seu habitat natural, com a possibilidade de se deslocar na terceira e quarta dimensão, mais livre, mais vivo e consciente das suas vidas passadas, o que não acontece com o encarnado no corpo físico. Um espirito desencarnado, quando se comunica através do médium, esta a comunicar-se com um espirito, num plano diferente, mas nem por isso, deixa de ser com um espirito, que por inerência das suas necessidades evolutivas, se encontra a animar um corpo físico. Quero com isto dizer, que são dois espíritos a comunicar um com o outro.
Apesar de a Bíblia ser um tratado mediúnico, na maioria dos casos de baixos astrais, as muitas Bíblias, das várias correntes religiosas, interpretadas de forma diferente, são apresentadas como uma só, e como contendo a palavra de Deus, acabando por ser o suporte de montes de ignorância.
O espiritismo é uma porta natural para a quarta dimensão, esta direccionado a evolução do espirito. Este conhecimento é uma grande pedra, no calcanhar de Aquiles, de muitas seitas e religiões ocidentais.
Perdoe e extensão do texto, só o publique se assim o entender.
Freixo

Na questão nº 1 do L.E. a pergunta de Kardec é perfeita: "QUE É DEUS" a resposta da Espiritualidade: que é a Inteligência Suprema, Causa Primária de todas as Coisas dá margem a várias interpretações. A minha pessoal é que não se trata de um ser mas sim de uma Lei perfeita que é o fluido cósmico universal que a tudo penetra e rege com perfeição a Natureza de qualquer Orbe!Portanto adoto a Filosofia Espírita como norma de conduta e procurando aplicar as parábolas deixadas pelo Cristo que na sua essência são perfeitas e ótimas de serem copiadas!No mais há controvérsias!

''Deus ama os espíritas, mas odeia o espiritismos''.

Ha uma mistura, que nao soa bem, me desagrada.

Reli o comentario postado, para melhor entender, o sentido.

Estamos em fins de tempos, para muitas ditas teologias, que a meu ver não são rigorosamente nada. Este Deus que ama e odeia, não é o meu Deus dos Universos, Uno e Único, do amor e verdade. É um Deus Judaico, que age e obra, de acordo com interesses de grupo, que da ordens de acordo com os interesses dos seus representantes na terra. Que vai as profundezas dos infernos, e, segundo eles, desacorrenta os maiores diabos para castigar os homens, que não recorrem as suas ditas Igrejas, para comprar a salvação.
Um comentário desta natureza, de Um Deus que ama e odeia, só pode ser de um destes iluminados, que seguem os ditames do Vale das Sombras.
Este não é o meu Deus, nem do espiritismo de Luz.
Freixo

INTERCAMBIO ESPÍRITA NOS EVANGELHOS DE JESUS!!


QUE AS SEITAS FARISAICAS DA ATUALIDADE NEGUEM E CONDENEM ESTAS GRANDES VERDADES, E CONTINUEM ASSIM APEDREJANDO A MENSAGEM DA ESPIRITUALIDADE!!!


Jesus ensinou e comprovou que a morte física não finaliza a existência e sentimentos do ser (vide ensinamento no evangelho de Lucas 16. 19 a 31).


E APROVOU PELAS ATITUDES E ATOS:


1) A continuação da vida espiritual em outras dimensões do Universo...


2) Conversou no monte Tabor, na presença dos apóstolos, com os espíritos Moisés e Elias (profetas do Antigo Testamento que viveram, na Terra, há mais de mil anos antes da era cristã) (Mateus 17. 1 a 13)


3) Pregou a boa nova de amor, paz e perdão até para os “espíritos em prisões” na dimensão extrafísica do Astral, os quais vagavam em trevas desde o período diluviano (cerca de 5000 anos antes da era cristã). Em outras palavras: as almas das pessoas que viveram na Terra, desde a época de Nóe, e que já eram falecidas na existência carnal, e que estavam errantes em trevas no plano astral (I Pedro 3. 18 a 20) (I Pedro 4. 6)(Efésios 4. 8 a 10)


4) Restabeleceu o equilíbrio mental de pessoas que sofriam perturbações espirituais. E também conversou caridosamente com a legião de demônios que promoviam o assédio ao habitante de Gadara, interpelando amigavelmente seus nomes e, sem repreendê-los à dimensão infernal e até atendendo os seus desejos impuros, sugestionando-lhes condições de arrependimento de seus atos ofensivos (Lucas 8. 26 a 35).


5) Proporcionou a aparição coletiva de vários espíritos dos antepassados, e que ressurgem no tempo comprovando a sobrevivência do ser em outras dimensões da vida após a morte física do corpo carnal (Mateus 27. 51 a 53)


6) Com a era cristã, são chegados os tempos, em que os mortos podem ouvir a voz do Cristo de Deus, e os que a ouvirem reviverão... (João cap. 5 vers 25)


7) Que ouçam os descrentes: Deus não é deus dos mortos, mas dos vivos... da Terra, assim como do Além túmulo (Mateus 22. 31 a 32)


8) E a morte espiritual, significa: estagnação, sofrimento, expiação, trevas... A criatura permanecer desmembrada dos sentidos do bem estabelecidos na ordem da Criação, e enveredar em atividades maléficas que corrompem os sentimentos e promove a desintegração nos centros de forças da alma (Apocalipse 2. 11 e 20. 14). E para o ser não decair definitivamente no caos do inferno em sua consciência espiritual... Bem melhor é ao ser retornar à existência material, por meio da reencarnação da alma, destituídas dos órgãos que foram motivos de desacertos em sua vida pregressa, e assim reajustar-se perante os valores da Vida Eterna (Mateus 18. 7 a 9).


9) Se alguma instituição religiosa admite em seus dogmas que a morte física é a extinção integral dos sentidos da vida, essa congregação é OPOSTA aos princípios imortais evangélicos (vide orientação de Jesus Mateus 7. 13 a 28 e, 15. 13 a 14 e Lucas 8. 16 a 18). Recomendou o Senhor: Não temais os que matam o corpo e não podem matar a Alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a Alma e o corpo (Mateus 10. 28)



Intensivo de Difusão Espiritualidade – ide

http://vozqclamabr.blogspot.com/

O LADO OBSCURO DO ESPIRITISMO # SEGUIDORES DE CHICO XAVIER